Sete militares presos e onze armas apreendidas por Força Tarefa

 


Sete policiais militares suspeitos de integrar uma organização criminosa foram detidos nesta sexta-feira (26) durante uma operação da Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública de combate a grupos de extermínio e extorsões. Dez armas, carregadores, munições e dinheiro foram apreendidos. Além dos PMs, um empresário também foi preso.


A operação “Fortuna” foi deflagrada nas cidades baianas de Itabuna, Ilhéus, Ubatã, Uruçuca, Ipiaú e Vitória da Conquista. Equipes das Corregedorias Geral e das polícias Militar e Civil, com apoios do Gaeco/MP-BA e de agências da PRF participaram da ação. Investigações apontam que a organização criminosa é suspeita de praticar homicídios na região.


Com os suspeitos a polícia apreendeu dez pistolas calibres 40, 45 e 380, um revólver calibre 38, carregadores, munições, um colete balístico, R$ 2,5 mil em espécie, R$ 1,5 milhão em cheques, porções de drogas e uma balança.

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem