Por Ronaldo Leite - A Secretaria Municipal de Saúde de Inhambupe divulgou nesta noite de sábado (25), uma nota onde torna público e esclarece o segundo caso suspeito de coronavírus no município. Acompanhando a nota, a Sesau também apresentou o boletim informativo atualizado 37 pessoas em monitoramento domiciliar.  

Veja a íntegra da nota da Secretaria Municipal de Saúde  - Sesau 

A Secretaria de Saúde de Inhambupe vem a público informar que neste sábado, 25/04/2020, o município tem o SEGUNDO caso SUSPEITO do novo coronavírus. O primeiro, como já havia sido relatado, foi descartado após exame laboratorial.

A paciente é uma mulher idosa de 84 anos, que é diabética e hipertensa, e está internada no Hospital Municipal Antônio Carlos Magalhães há 13 (treze) dias. Ela tem histórico pregresso de tratamento de câncer de mama e apresenta estado clínico estável.

[ O RL News está nas redes sociais InstagramTwitter e Facebook. Siga-nos!  ]

A paciente realizou uma tomografia computadorizada em unidade particular no dia 23 de abril de 2020 para subsidiar o diagnóstico médico. Diante do cenário epidemiológico atual e da impressão diagnóstica do exame, foi sugerido um olhar clínico para o Covid-19. Com isso, buscou-se seguir as recomendações clínicas estabelecidas pelo exame de imagem, mesmo não apresentando critérios sintomatológicos e epidemiológicos instalados para realizar testagem do diagnóstico de infecção para o novo coronavírus. Após diálogo com a Equipe Técnica Covid-19 do Núcleo Regional de Saúde, ficou definido a coleta de nasofaringe e orofaringe.

Após a emissão do resultado do Laboratório Central (LACEN), a população receberá todos os esclarecimentos.

Ressaltamos que todas as medidas de precaução e isolamento estão sendo adotadas pelo hospital, obedecendo os protocolos sanitários de caso suspeito.

Leia mais notícias em  RL News e siga nossa página no FacebookTwitterInstagram e Rss
RL News, você vê primeiro aqui! - Foto: Fernando Vivas/GOVBA

Fique ciente: O acesso à informação é um direito fundamental previsto no ordenamento jurídico brasileiro no art. 5º inciso XXXIII, bem como no inciso II do § 3 do art. 37 e no § 2 do art. 216 da Constituição Federal de 1988. Ademais, segundo o art. 220, § 1º, da CF/88, nem sequer lei pode criar empecilho à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem