Em Crisópolis, justiça manda a Júri réu que matou vítima que não pagou o programa sexual.


GGS vai a júri popular pelo homicídio  de um cliente , que não teria pagado um programa sexual de R$ 80,00. O fato ocorreu no dia 06/12/2017, por volta das 12:00h,  zona rural, no município de Crisópolis/BA.

GGS foi pronunciado por  homicídio qualificado e ocultação de cadáver. 

Segundo a Polícia Civil, GGS  e HSS, que é travesti, haviam cometido latrocínio contra  a vítima Renan, no entanto, no decorrer da instrução do processo, GGS  assumiu a culpa  e isentou HSS de participação no crime.
No local indicado pelo suspeito, os policiais encontraram o corpo da vítima  Renan, com cabeça, em estado de caveira , e o resto copo ainda em estado normal, enterrado em uma cova rasa.
Os mandados de prisão preventiva, expedidos pelo Juízo Criminal de Olindina-BA, foto acima, foram cumpridos, prendendo 02 suspeitos, mas um dos acusados, HSS, foi soltou em audiência por falta de provas contra este. 
 GGS vai responder por homicídio qualificado,  e ocultação de cadáver, conforme consta na decisão.

Clique aqui e confira a decisão. / Foto reprodução

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.