No último sábado (21), funcionários da Secretaria Municipal de Saúde - Departamento de Vigilância Sanitária, estiveram no mercado de carne para comunicar aos açougueiros a mais nova determinação da Secretaria através do VISA - Vigilância Sanitária.

O oficio Circular da VISA Nº 01/2017 assinado com a data de 20 de Janeiro pela Coordenadora Olivia Guimaraes Reis antas, determina que fica proibido  que todo estabelecimento comercial de utilização de cepos de madeira bem como qualquer outro tipo de utensilio deste material no manuseio de corte e apoio de carne.

O prazo para adequação é de 15 dias, portanto, na feira do dia 04 de fevereiro todos os estabelecimentos devem está regularizados. Caso estes estabelecimentos não atendam a determinação todos ficam sujeitos a responderem processo administrativos  sanitários, multas e suspensão do direito de comercialização.

Em conversa com a com a Coordenadora Olivia Guimarães, o RL News perguntou por que a medida está sendo aplicada. “está é uma medida sanitária que deveria já ter sido aplicada há muito tempo para minimizar os riscos a saúde, já que a madeira é um material que acumula sujeira e umidade facilmente, tornando-se comprovadamente um meio de infecção microbiológica o que causa intoxicações alimentares entre outras doenças, disse Olivia.


Um dos funcionários da equipe que estava atuando, disse ao RL News que está satisfeito com o trabalho. “estou fazendo meu trabalho com responsabilidade e segurança. A coordenadora está presente e eu e meus colegas estamos satisfeitos com nosso trabalho. esta é uma ação que benéfica a saúde das pessoas ”, disse Márcio.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem