Vinícius Loures / Câmara dos deputados
A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirmou que as revelações da Vaza Jato desta segunda-feira (12) demonstram que Sérgio Moro e Deltan Dallangnol são "aventureiros" que "queriam piratear o poder". 

Segundo Gleisi, "a República de Curitiba se considerava o centro de poder no Brasil. Deltan era o Procurador Geral e Moro era o Supremo".

Nesta segunda-feira, o Intercept revelou uma série de mensagens indicando como Dallagnol e a Lava Jato atuaram para interferir na substituição do ministro Teori Zavascki na relatoria da Lava Jato no STF depois de sus morte em janeiro de 2017. As articulações envolveram até movimentos de extrema-direita com ações nas redes sociais e nas ruas.  

Veja: 


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem